LANDING

Depois que você desembarca, deve passar primeiro pelo agente de fronteira. Aquele que será o seu primeiro contato com o Canadá, digamos assim.

Se você foi - ou irá - como turista, ele irá checar seu tipo de visto, fazer perguntas como: para onde está indo, quanto tempo irá ficar, se tem dinheiro para sua permanência no Canadá, etc.

Ao nos aproximarmos do agente (que fica atrás de um balcão individual) este nos pediu nossos passaportes e começou o procedimento de praxe.

Viu nossos vistos (talvez não com tanta atenção) e nos perguntou:
- Até quando ficarão no Canadá?

E aí eu respondi:
- Estamos vindo como residentes permanentes!

Ele se espantou (talvez com sua própria desatenção) e respondeu:
- Ah sim! Está certo! Então, bem-vindos ao Canadá! Desculpe por não ter visto.

E então preencheu um cartão com algumas anotações (este cartão você recebe ainda no avião e deve preencher com o nome de quem está desembarcando, se está trazendo comida, armas, etc) e fez vários rabiscos com canetas fluorescentes diferentes.

Dali, deveríamos prosseguir por 2 caminhos: ou para resgatar nossas malas (caso fôssemos apenas turistas) ou continuar para um setor de estrangeiros, onde ALI SIM, realmente é feito o tão temido LANDING.

Uma coisa me deixava encafifado: em nossa papelada do landing dizia que nossa cidade de settlement (acomodação) seria Vancouver (foi o que a consultora do processo me aconselhou a dizer na época e também era nossa intenção inicial realmente ir pra lá). Mas agora pretendíamos ficar em Toronto. Como eu deveria responder então caso a agente do landing perguntasse para onde estávamos indo?

Chegamos em uma fila com vários guichês. Demos uma boa olhada em volta e todos da fila pareciam ter cara de latinos!! Impressionante. A grande maioria tinha cara de boliviano! Com bigodinhos e tudo! rsrs

Chegou a nossa vez e a agente parecia ser indiana (como tem indiano no Canadá!).

Ela pediu nossos passaportes e depois nossos formulários de landing (papéis que vêm junto com seus passaportes quando o Consulado os manda de volta pra você já com os vistos).

Ficou digitando um monte de coisas e me perguntou o endereço para onde deveria ser enviado o cartão de residente permanente. Como ficaríamos em uma casa até 6 de agosto e depois em outra a partir de 7 de agosto, dei logo o segundo endereço, pois os cartões estão demorando cerca de 3 meses pra chegar (apesar dela dizer que o prazo seria de 6 semanas).

Perguntou quanto tínhamos em dinheiro no total (conta + cash).

Digitou mais algumas coisas, escreveu algumas informações em nossos papéis, ficou com uma cópia de cada pra ela, nos devolveu os outros e falou WELCOME TO CANADA!

Tcharam! Acabou. A partir dali já somos considerados residentes permanentes!

Fomos buscar nossas malas (que nesta altura só tinha elas rodando na esteira) e pronto! Estávamos oficialmente como residentes e terras canadenses!

Gostaríamos de em primeiro lugar agradecer a Deus por ter realizado este sonho e ter a certeza de que Ele está à frente de cada passo nosso. Tudo o que está acontecendo está na vontade Dele em nossas vidas!

Um grande abraço e até o próximo post!


Continue lendo → http://serracanadense.tumblr.com

A difícil tarefa de se divertir em Montreal. 8 atividades para as crianças em férias – Montreal Na Real

por Rogério Tanganelli

A cada estação o desafio se repete. O que escolher como atividade entre tantas opções oferecidas em Montreal e região? Se quiser curtir todas com seus filhos, você realmente terá um grande problema.  Principalmente no verão. Por isso resolvemos te ajudar nesta difícil missão familiar.  E claro, só listamos algumas atividades. Mande a sua e aumente ainda mais a lista.

paratgeouire

Pataugeoire público em Montreal. Atividades com água e gratuita para o verão no Québec.

1 – Piscines, Pataugeoires et jeux d’eau.

Começo com uma das mais democráticas.  As piscinas públicas, os parques aquáticos e jogos de água.  Ir até eles é realmente “avoir du fun” como se diz em bom “québécois”.  A cada bairro é possível encontrar um mini complexo desses. Como você já sabe Montreal é dividida por regiões com administrações próprias e cada uma se encarrega em construir e manter sua própria piscina e seu parque. Você encontra em meio a praças, brinquedos como chafarizes e escorregas para refrescar a molecada num verão que pode alcançar a casa do 40 graus. Em mais de 90% desses parques você não paga nada. Quer dizer, paga só em impostos.  Alguns cobram taxas de 2$ para moradores de outros bairros e gratuito para quem é da região.  No site da cidade você encontra a lista completa.

Site – ville.montreal.qc.ca

Quanto – De graça até 4$

aqua_parc_glissades_mid bromont

Parque aquático Bromont uma estação de esqui que se tranforma no verão.

2 – Parque Aquático Bromont.  

Calor é água amigo. Então por que não falar das estações de esqui que se transformam em parques aquáticos? A dica é legal por que é possível ver o poder de mobilização e logística das equipes. No inverno tudo é preparado em torno da neve, mas no verão eles não perdem tempo não.  Aproveitam as montanhas para a instalação de “glissades” ou escorregas de água.  As cadeirinhas que geralmente te levam para o topo da montanha para esquiar continuam a subir, mas carregam para o alto bicicletas para os adeptos do downhill.

Site – www.skibromont.com

Quanto – Até 35$

parcsafari

Parque Safari. Quase impossível curtir todas as atrações em um único dia.

3 – Parc Safari

O parque Safari é um zoo que conta também com piscinas, escorregas e brinquedos como uma pequena roda gigante além de área para piquenique.  É uma das atrações mais interessantes para famílias de Montreal e região. O Safari possui áreas distintas.  Em uma delas você faz um passeio de carro e alimenta os animais. Em outra área você sobe uma plataforma para alimentar girafas por exemplo. E ainda pode fazer um passeio a pé para ver leões, macacos e ursos.  O Safari é muito legal por que concentra atividades diferentes em um único lugar. Por isso possui muitas vantagens em relação a outros parques.

Site – www.parcsafari.com

Quanto – Até 38 $

Mas é preciso ficar atento a um detalhe. Os passes para toda a temporada saem bem mais em conta. O Safari por exemplo possui um acordo com o parque Bromont. Por 59$ você compra o bilhete da temporada para os dois parques.

4 – Aquazilla – Parc Jean Drapeau.

O parque Jean Drapeau é um assunto à parte. O acesso é muito fácil. Possui estação de metrô própria. E concentra no mesmo local diversas atrações, como a praia de água doce. É nela que foi instalado um parque inflável. Um circuito para a molecada escorregar, escalar e pular.

Site – Aquazilla

Quanto – 10 $ a 15 $

600171-aidant-financierement-zoo-ville-granby

Zoo Granby a cerca de 50 minutos de Montreal.

5 – Zoo de Granby

O Zoo de Granby assim como o parque Safari é um complexo que possui diversas atrações no mesmo local. Animais, parque aquático, além de um parque de diversões. O Granby é um pouco maior e possui mais investimentos que o Safari. Ele tem atrações como montanha-russa além de animais exclusivos. A distância para quem parte de Montreal é quase a mesma. Então vale você gastar uma temporada em um parque e na outra você troca de atrações. Os preços são bem similares.

Site – Zoo de Granby 

Quanto – Até 55$ Você também pode comprar o bilhete para toda a temporada.

vue-generale-media-a-19050

Biodôme. Vista geral interna de uma das áreas que reproduz o ecossitema da América do Norte.

6 – Biodôme.

O biodôme é uma das atrações do complexo que recebe o nome de “Espace pour la vie” ou espaço para a vida. O Biodôme é um local no coração da cidade, ao lado do estádio olímpico, que tenta recriar ecossistemas da América. É uma viagem muito interessante. Tem um aquário com pinguins, arraias, além de macacos, lagartos e por aí vai. O espaço reservado para as florestas tropicais é muito legal. A humidade ainda que artificial faz você matar saudades do Brasil sem gastar um bilhete aéreo. Com o bilhete anual você possui entradas gratuitas para todas as atividades do complexo, O Biodôme, O insectarium, o Jardin Botanique, além do Planétarium.

Site – Espace pour la Vie

Quanto – de 9$ a 50$. O pacote familiar para 4 pessoas por exemplo para o ano todo sai em média 80$.

7 – Parque La Ronde.

O parque La Ronde dispensa qualquer apresentação. É umas das atividades mais procuradas na cidade. É um parque controlado pela gigante Six Flags e possui atrações dignas dos grandes parques. Para conhecer mais eu convido vocês a assistirem nosso vídeo produzido dentro do parque.

Site – Parque La Ronde 

Quanto – De 14$ a 80$. O passe temporada também sai muito mais em conta.

parque rene levesque

O parque René-Lévesque atrai muitos amantes dos esportes náuticos, mas é ótimo para uma pedala com as crianças ou um passeio de barco a 2$.

8 – Parques

Montreal é bem famosa por preservar e contar com muitos parques. São 17 grandes parques e mais de 1000 pequenos. É preciso ficar ligado no site da cidade para não perder nada das programações oferecidas, que vão desde atividades esportivas até concertos e teatros infantis. Perto da sua casa sempre terá uma pista de skate, um brinquedo enorme com escorregas e balanços. Então não fique aí parado e leve a molecada para a rua.

Site –  Lista dos parques em Montreal 

Gostou da matéria. Compartilhe e escreva para nós no montrealnareal@montrealnareal.com e bom verão!


Continue lendo → http://montrealnareal.com

O Consulado brasileiro responde – Montreal Na Real

passaporte-para-crianças

Por Marcio Ribeiro

O que você gostaria de perguntar ao Consulado Brasileiro no Québec?

Montreal na Real seguindo sua linha de prestar serviço à comunidade brasileira no Québec e futuros imigrantes, fará um programa diferente na próxima terça-feira (04/08) . Um programa feito por você que nos acompanha! Mande suas questões e dúvidas sobre as competências e atuações do Consulado Brasileiro em Montreal, que atende todo o Québec e as províncias marítimas e elas serão respondidas ao vivo pela nova cônsul-geral, a embaixadora Maria Elisa Luna. Receberemos também nos estúdios da Radio Centre-Ville, 102,3 FM, o cônsul-adjunto e chefe do setor cultural do consulado, Fabio Ariston, e a cônsul-adjunta, chefe do setor comercial do consulado, Larissa Lacombe.

Não perca a chance de se comunicar diretamente com o consulado e tirar suas dúvidas, fazer questionamentos e saber seus direitos e deveres como imigrante! Mande suas perguntas aqui nos comentários ou pelo montrealnareal@gmail.com

Além disso, como sempre teremos muita música, informação e bom humor!

Montreal na Real vai ao ar todas as terças-feiras às 17:30h na Radio Centre-Ville 102,3 FM


Continue lendo → http://montrealnareal.com

Senado aprova novas regras para simplificar validação de diploma estrangeiro – Montreal Na Real

Angled view of scroll with golden ribbon and seal

Medida promete facilitar reconhecimento de diplomas estrangeiros

Por Marcio Ribeiro

Atenção você que estuda ou pensa em estudar no Canadá!

A Comissão de Educação do Senado brasileiro aprovou as novas regras de reconhecimento de diplomas de graduação, mestrado e doutorado obtidos em universidades estrangeiras.  A matéria tem como objetivo regulamentar os diferentes processos adotados pelas instituições de ensino brasileiras que, além de confusos e sem qualquer garantia de que o diploma seria reconhecido, muitas vezes ainda se tornavam caros para o estudante.

Para validar um diploma de graduação, o aluno deverá procurar uma universidade pública que tenha curso equivalente ou do mesmo nível e área. Os diplomas de mestrado e doutorado requerem uma avaliação de universidades que tenham cursos de pós-graduação reconhecidos e avaliados na mesma área de conhecimento em nível equivalente ou superior.

Existem ainda os casos de universidades estrangeiras que tem sua excelência atestada pelo órgão responsável pela coordenação da Política Nacional de Educação, que terão o processo ainda mais simplificado e rápido, sem a necessidade de avaliação individual de cada diploma.

Mas como saber se a instituição que eu estudei no Canadá, por exemplo, se encaixa nesse quesito?

Serão divulgados pelo governo anualmente uma lista de cursos e instituições consideradas de excelência com as instruções para os devidos procedimentos de validação dos diplomas.  Essa notícia atinge um número crescente de brasileiros que procuram estudar nas universidades canadenses, que são reconhecidas por sua qualidade de ensino e estrutura e aparecem constantemente entre as melhores do mundo.  Segundo ranking de 2014 do QS World University Ranking, divulgado pelo jornal inglês The Guardian, a Universidade de Toronto aparece na 20a colocação, a McGill University, em Montréal, em 21a e a Université de Montréal em 83a.  Já a primeira brasileira é a USP, em 132.

Caso você queira conhecer mais sobre as universidades canadenses, assista nosso vídeo sobre a Université de Montréal e, em breve, publicaremos um exclusivo sobre a McGill.

 


Continue lendo → http://montrealnareal.com

#35 – A preservação do português na vida dos filhos de imigrantes – Montreal Na Real

escolinhaMoramos em um outro país, nos relacionamos e trabalhamos com uma segunda ou terceira língua e estamos longe, bem longe daquela escola ou sistema educacional no qual fomos educados, alfabetizados e apresentados às histórias de Ana Maria Machado, aos romances de Jorge Amado, Machado e aos poemas de Drummond. Conversamos em português em casa com nossos filhos, mas os ensinamos a ler e escrever? Até que ponto eles dominam completamente sua língua materna e qual a importância de preservá-la? Qual o melhor momento e idade para se trabalhar uma alfabetização estando no exterior, quanto tempo isso pode durar e qual o melhor método de ensino?

Conversamos com a professora de português para estrangeiros, tradutora e jornalista, Gabriela Passos, que em setembro inicia um projeto voltado ao ensino de português para crianças e preservação do português como língua de herança.  Lizie Nunes, estudante e mãe que mantém o ensino Ivian Destro, pedagoga, professora de literatura, mestranda em currículo e instrução na Universidade da Flórida, com pesquisa na área de idiomas de herança.

Montreal na Real vai ao ar toda terça-feira às 17:30h na Radio Centre-Ville, 102,3 FM.


Continue lendo → http://montrealnareal.com