2 anos de Canadá Self-Employed!!!

image

Nós tínhamos perdido a conta da data de início do Canadá Self-Employed. Mas hoje o Tumblr mandou um e-mail nos avisando que o nosso blog está completando 2 anos!

Não tivemos como não fazer um shoulder check e olhar um pouco para trás… Quanta coisa aconteceu nestes dois anos! O Canadá Self-Employed nasceu com duas funções: era o nosso próprio diário de projeto imigração e ao mesmo tempo pretendia ajudar outras pessoas que estavam aplicando pela mesma categoria que nós e também quem estivesse interessado em sondar essa possibilidade.

Naquela época, não podíamos nos identificar. Éramos “Isa” e “Alex”, e assim ficamos conhecidos por todas as pessoas que conhecemos e ajudamos. Estávamos angustiados vivendo no Brasil, no Rio de Janeiro, e com a perspectiva de 3 a 4 anos de processo diante de nós. Imaginávamos que hoje, no segundo aniversário do Canadá Self-Employed, estaríamos ainda no Brasil. Com o processo mofando no Consulado Canadense de São Paulo.

#soquenao! Estamos em Ottawa, no Canadá, começando a nossa vida por aqui! Estamos muito felizes na cidade, nos adaptando, cumprindo o nosso plano de não sair correndo desesperados atrás de empregos. Planejamos bem nosso começo de vida para isso, e tem dado certo! Ainda não nos recuperamos da loucura da Tensão Pré-Landing e da mudança propriamente dita… mas pouco a pouco chegaremos lá. Enquanto isso, vamos fazendo trabalhos voluntários em festivais de música e cultura… tanto eu como a Thaisa. Falarei sobre essa experiência no “tom Canadá Self-Employed” em breve!

Hoje temos dois blogs. O Canadá Self-Employed continua para assuntos relativos à imigração, e agora temos também o Vida Que Segue - Canadá para tratar do início de nossas vidas. Mantemos duas páginas no Facebook, fizemos vídeo sobre a imigração self-employed, Manual do HSBC para imigrantes brasileiros no Canadá e agora temos um canal no YouTube onde retratamos nossas aventuras por aqui. A separação se justifica pelo fato de os públicos serem bem diferentes: o Self-Employed é específico para assuntos de imigração self-employed para artistas e esportistas, e o Vida Que Segue pode atingir qualquer pessoa.

Conhecemos muitas pessoas através do Canadá Self-Employed. E acredito que pudemos ajudá-las de alguma forma e acompanhar um pouco de cada saga… Depois destes dois anos, estou vendo essas pessoas chegando ao Canadá para começar suas vidas! Algumas delas vieram antes de mim e já estão aqui há vários meses. Outras estão chegando agora, e há uma outra turma que está para vir ou está ainda no processo de imigração.

Foram dois anos de sorrisos e lágrimas de emoção e às vezes de tristeza… por exemplo, há uma moça que veio com sua família, e é danada pra me fazer chorar! Saibam que ficamos muito gratos, de verdade, por cada um de vocês ter partilhado suas experiências conosco para engrandecer essa empreitada que é a de prestar informações sobre uma categoria de imigração pequenininha, jogada ali no cantinho procurando algum espaço junto ao grande irmão Federal Skilled Worker e voltada para um público bem específico mas que merece atenção também. Por sermos relativamente poucos, somos uma pequena família… mas uma boa família que vem trabalhando unida na medida do possível! E espero que, de alguma forma, continuemos em contato após o início de nossas vidas no Canadá. Todos vocês têm minha torcida!

O Canadá Self-Employed pode estar quantitativamente em marcha lenta se comparado ao Vida Que Segue, mas qualitativamente continua forte como sempre e firme no seu propósito de ajudar prestando informações sobre nossa categoria para todos os interessados em vir para este grande país. E eu continuo dizendo: venham mesmo!!! Vamos aproveitar enquanto o Canadá está de braços abertos nos esperando e construir aqui uma vida bem melhor!

Esperamos continuar ajudando quem precisar!

Um Feliz 2o. Aniversário para todos nós! Mais uma vez: este blog é de vocês também!

Alexei e Thaisa!


Continue lendo → http://www.canadaselfemployed.com

Primavera no St James Park

A catedral de St James fica no centro de Toronto, mais ao sul, na esquina da King Street com Church St. Ao lado, temos um pequeno parque que se enche de flores quando chega a primavera.

Para comemorar esses dias mais quentes, vem ver algumas fotos da estação no parque de St James:

Tulipas

Tulipas

IMG_2829   IMG_2832   IMG_2815Para quem quiser visitar, o parque fica na King Street East, entre Church St e Jarvis St. A igreja também é linda, vale o passeio!


Continue lendo → http://https://torontoexperience.wordpress.com/2015/05/25/primavera-no-st-james-park/

[Livro] Philia

Oi, peeeooople!

Esse livro eu li logo depois do Kairós. Também escrito por Padre Marcelo Rossi, ele é dividido em 14 capítulos e cada um deles fala de um problema comum no nosso dia a dia e que pode atingir qualquer pessoa, em qualquer estágio da vida (depressão, ansiedade, tristeza, ciúme, ira, autoimagem etc). O próprio Padre Marcelo teve uma experiência com a depressão, então isso pode atingir qualquer pessoa, independente de religião, condição financeira e/ou social, cor, raça etc. 



Eu gostei muito do livro. Cada capítulo é uma nova experiência e ele traz trechos bíblicos para falar sobre cada problema. A leitura é fácil e tranquila. Terminei rapidinho e ao final de cada capítulo, o padre escreveu uma oração. Acho o livro super válido, pois (pelo menos eu tive essa experiência) quando estamos lendo, trazemos isso pra nossa realidade, nosso dia a dia e começamos a perceber onde estamos errando, onde podemos melhorar. Leitura indignadíssima para quer algum conselho, quer entender alguma tribulação que a gente tem que suportar nessa vida.



Quem já leu também gostou? O que acharam?

Beijinhos,

Tacy.

Continue lendo → http://radarmexeriqueiro.blogspot.com

O MERCADO DE TRABALHO NO QUÉBEC E O LADO DIREITO DO CÉREBRO. – Montreal Na Real

cropped-head111

Por Rogério Tanganelli.

Encarar um novo ambiente de trabalho é uma das tarefas mais desafiadoras ao ser humano dos dias de hoje. Como se integrar ao grupo. Como ser produtivo sem criar conflitos. Como criar um plano de crescimento dentro da empresa. E uma das mais importantes: como arrumar uma mesa o mais próximo possível da máquina de café. Agora imagine tudo isso quando se está em um novo país. O desafio não é mais o escritório somente, mas esta nova sociedade. Em seu país de origem, alguns conceitos foram adquiridos no berço, mas em sua nova terra tudo muda.

Mas é claro que o Montreal na Real não veio aqui pra te falar de dificuldades e sim compartilhar soluções. Por isso a partir de hoje você irá receber uma série de textos e reportagens que irão te ajudar nessa caminhada da busca pelo emprego nas terras geladas do Québec.

Os dois lados do cérebro.

Durante anos muitos pesquisadores acreditaram que os dois lados do cérebro são responsáveis por caractéristicas humanas distintas. Pessoas que desenvolvem mais o lado esquerdo são mais lógicas, metodológicas e analíticas enquanto o direito desenvolvido resulta em arte, sensibilidade, criatividade e tudo mais relacionado. Bom, a teoria parece estar caindo por terra como você pode encontrar na pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Utah no link colocado aqui abaixo. Mas seguiremos dividindo os lados para efeito de ilustração.

O lado esquerdo.

Pense que o lado esquerdo do cérebro é o seu CV. Nele você coloca seus títulos, diplomas, feitos acadêmicos e profissionais. É no CV e no seu lado esquerdo do cérebro que constam por exemplo seus resultados de proficiência da língua francesa e inglesa. Com um bom lado esquerdo você pensa que não há falhas para você neste novo mercado. Fazendo um comparativo entre suas habilidades e as de um profissional do mercado de trabalho do Québec, o seu cérebro esquerdo dispara em tamanho e deixa o dele pequenininho. Você logo se coloca em condição de vantagem. Três diplomas, mais de 15 anos de experiência na área e aí uma surpresa quando começam as buscas pelo primeiro emprego. Uma negativa do mercado local. Mas porquê isso acontece ?

É aí que começa sua revolução. Os pesquisadores de Utah perceberam que as atividades descritas acima podem sim emanar de um lado, mas o cérebro está sempre em atividade por completo e são as conexões entre os dois hemisférios que resultam tanto num processo analítico, em tese de direita, quanto num processo criativo, em tese de esquerda. Para reduzir as negativas do mercado você precisa concentrar menos fichas em um único lado, o lado mais tangível, o mais fácil de ser avaliado, o esquerdo. Ele é importante, mas não resolve tudo sozinho. Muito pelo contrário, ele não passa de metade do peso.

O lado direito do cérebro.

É aqui que começa sua integração. Primeiro vamos te dar o cenário. O Québec luta para manter uma coesão social dentro de uma diversidade étnica incrível. Veja o quadro de imigrantes por quantidade entre 2007 e 2011. A ordem é a seguinte. Marroquinos, Argelinos, Franceses, Chineses, Haitianos, Colombianos, Libaneses e por aí vai. Veja que brasileiros nem aparecem na lista dos 10 mais quando o assunto é quantidade. Ou seja, você precisa realmente se adaptar a um cenário multicultural. Resumindo. Pegue aquele desafio lá do começo e multiplique pela quantidade de nacionalidades. Cada um com a sua bagagem, tudo na mesma sala, no mesmo ambiente de trabalho. Além é claro deles, os donos da terra, os canadenses.

É por aí que entra a palavrinha chamada “Valores”. Quais são os valores que orientam nossas ações pessoais e coletivas nesta sociedade multicores do Québec.

Entendendo os valores desta sociedade e de sua nova empresa você começará a enxergar melhor como se posicionar e o que você possui de melhor para contribuir nesta nova empresa / sociedade. Voltaremos a falar disso quando formos abordar a construção do currículo. Como colocar essas habilidades do “lado direito”, valores, explícitas em seu CV.   osdoisladosmercado

Mas aqui vão algumas dicas para a sua pesquisa. Basicamente daria para resumir esta sociedade Quebecois em seus principais valores assim. Língua Francesa. Democracia e participação pública, seja através de sindicatos ou na comissão de pais nas escolas dos filhos. Estado laico. Em tese nenhuma religião é favorecida no espaço público. Mas não se esqueça que é uma sociedade de fundamentos católicos e cristãos. Igualdade entre os sexos. Homens e mulheres. Existem leis que protegem a igualdade de salário das mulheres por exemplo em cargos ocupados por semelhantes do sexo oposto. Ou seja, um homem não pode ganhar mais do que uma mulher se ocupa o mesmo cargo. Homossexuais possuem direito ao casamento, união civil e todos os direitos de heterossexuais. Eles primarm pela liberdade, mas ela tem limites é claro e estes limites estão todos dentro desta lista de valores. Decifrá-los não é tão fácil quanto se parece.

Para não me prolongar demais neste primeiro texto deixo aqui esta reflexão. Como explorar as habilidades não tangíveis. Como mostrar seus valores em sua primeira entrevista ou no seu CV. Como deixar evidente o seu lado direito do cérebro. Você já deve estar logo pensando. Ah cara, já sei tudo sobre isso. Aliás, o Brasil tem valores bem próximos. Aí é que você se engana cara pálida. As diferenças vão desde o aperto de mãos, passando pelos assuntos que são ou não compartilhados no ambiente de trabalho, hora da refeição, os limites da intimidade. E principalmente as noções de hierarquia e trabalho em grupo.

Henry Mintzberg é um dos nomes renomados mundialmente quando o assunto é gerenciamento e papel de lideranças dentros das empresas. Segundo o professor Phd da Universidade McGill, aqui de Montreal, os chefes das empresas passam 80% de seu tempo em relacionamento com funcionários, resolvendo problemas em discussões e soluções através de conversas. No próximo texto nós vamos falar exatamente sobre hierarquia dentro das empresas e relacionamento com a chefia e colegas no ambiente de trabalho. Claro que com a ajuda de especilistas no assunto e testemunhos.

http://healthcare.utah.edu/publicaffairs/news/current/08-14-2013_brain_personality_traits.php


Continue lendo → http://montrealnareal.com

O que fazer na Primavera/Verão em Toronto?

O inverno acabou…! Chegou a hora de colocar o sorriso no rosto, tirar a bike ou o skate da garagem e usar aquelas camisetas que estavam guardadas no fundo do armário. Chegou a hora também de aproveitar tudo de melhor que Toronto tem a oferecer nesta nova temporada de sol e calor. A Woori fez uma lista com 10 atividades que são possíveis fazer nessa Primavera/Verão em Toronto.

1 – Churrascos / BBQ
Uma das grandes atrações do verão, não só na cidade de Toronto, mas em todo o Canadá, são os churrascos, ou como eles chamam por aqui, barbecue. Se você não é muito fã do típico churrasco canadense com hot dogs e hamburgers, em Toronto é possível achar algumas boas opções de açougues brasileiros e portugueses.

2 – Trilhas de bicicleta
Uma das coisas mais legais para se fazer em TO neste período de calor, é poder desbravar a cidade sobre 2 rodas. Toronto oferece diversas opções de trilhas e você pode conferir algumas delas aqui neste link: http://www.blogto.com/toronto/lists/top_toronto_bike_paths/
Se você não possui uma, é possível fazer o aluguel das bikes através do sistema Bixi - http://www.bikesharetoronto.com/

3 – Ir à praia
Toronto não seria exatamente um Caribe, mas a cidade conta com diversas praias banhadas por água doce, mais precisamente pelo lago Ontário. Cherry Beach, Hanlan’s Point, Sunnyside, Ward’s Island e Woodbine são algumas das opções. Durante o verão, algumas praias se transformam em palco para grandes festivais de música eletrônica.

4 – Toronto Islands
Toronto Islands é também uma ótima opção para um passeio de primavera/verão. A ilha oferece espaço de sobra para você fazer um picnic ou churrasco com os amigos. Lá também será possível alugar uma bicicleta e pedalar por todas as ilhas que estão conectadas por uma excelente trilha. Em Toronto Islands você irá encontrar algumas opções de restaurantes e bares e poderá alugar um caiaque, uma canoa ou um Stand Up Paddleboard. Algumas empresas de aluguéis destes equipamentos ficam localizadas em Harbourfront e autorizam você a ir até a ilha usando estes equipamentos. – http://www.paddletoronto.com/Home.aspx
Além destas opções, para chegar até a ilha, você pode utilizar um ferry que sai a cada 15 minutos durante todo o verão. – http://www1.toronto.ca/wps/portal/contentonly?vgnextoid=3690dada600f0410VgnVCM10000071d60f89RCRD

5 – Piscinas públicas
Toronto oferece mais de 120 piscinas públicas que podem ser indoor ou outdoor. As piscinas são gratuitas e geralmente funcionam durante os meses de Junho e Setembro. Você pode conferir a lista completa com horários e endereços neste link: http://www1.toronto.ca/parks/prd/facilities/outdoor-pools/index.htm

6 – Canada’s Wonderland
O Canada’s Wonderland é o destino de verão que oferece entretenimento para pessoas de todas as idades. Com uma das maiores montanhas – russas do mundo, o parque também conta com um divertido complexo de piscinas e tobogãs. Os ingressos podem ser encontrados por até $30.

7 – Sail in Cinema
Durante o verão, Sugar Beach se transforma no maior cinema ao ar livre de Toronto. Os filmes são exibidos em uma tela de dois lados situada no topo de uma embarcação. Leve uma cadeira, uma almofada ou uma toalha de piquenique e assista a diversos filmes sem pagar nada. A agenda de 2015 será postada em breve, fique de olho no website: http://www.sailincinema.com/home.aspx

8 – Summerlicious
Durante 16 dias é possível almoçar ou jantar nos melhores restaurantes da cidade sem pagar muito por isso. O Summerlicious é um festival que reúne 150 restaurantes das mais diversas gastronomias oferecendo preços bastante acessíveis. O Summerlicious de 2015 acontece durante os dias 3 e 19 de Julho.

9 – CNE
A Exposição Nacional do Canadá, também conhecida como CNE, é um evento anual que acontece no Exhibition Place durante 18 dias. A CNE é um dos eventos mais populares do verão e atrai milhares de pessoas todos os anos. Lá, é possível encontrar comidas, um grande parque de diversão, brincadeiras e jogos típicos de uma quermesse, shows e muitas outras atrações. Neste ano a CNE acontece de 21 de Agosto a 7 de Setembro.

10 – Festivais de Rua
Uma outra grande atração da primavera/verão em Toronto são os festivais de rua. A cidade é famosa por receber dezenas de festivais com os mais diversos temas. Entre os mais conhecidos estão o Taste of the Danforth, Beaches International Jazz Festival, Caribana, Luminato, entre outros. BrazilFest, Brazilian Day e o Dundas West Fest são algumas opções voltadas para o público brasileiro.

Essa lista é só um pouco das atrações que Toronto oferece na Primavera/Verão. Com uma busca mais detalhada é possível descobrir que Toronto é realmente uma das melhores cidades do mundo para viver e se divertir.


Continue lendo → http://wooribrazil.com