Página 4

Imperdível: Espacios Revelados, até o dia 6 de abril

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Encantador – Foto Ricardo Watson, de Eternautas

Quem me alterou para este projeto foi o grande Ricardo Watson, de Eternautas, em seu Facebook. E me encantei na hora!

O projeto Espacios Revelados aproveita edifícios vazio em Buenos Aires para intervenções artísticas e enfoca a coesão social nas grandes cidades. Artistas da Argentina, do resto da América Latina e da Europa indagam com seus trabalhos que tipo de comunidade se pode construir a partir dos pontos cegos de uma cidade. As mudanças de lugar abrem novos caminhos para a arte e novas possibilidades para que os habitantes da cidade experimente o espaço.

Apartamentos e edifícios comerciais abandonados, imponentes edifícios bancários antigos vazios, uma ponte ferroviária sobre o Riachuelo, terraços e fachadas se transformam em cenários para os artistas. Este mesmo formado de exibição segue para Bogotá e Santiago do Chile em 2015.

Um dos destaques é a instalação Scattered Crowd, do artista e coreógrafo William Forsythe, no ex Banco Alemán Transatlántico.  O lugar abre suas portas (por poucos días) e terá seu maravilho lobby – projectado por Ernesto Sackmann em 1924 – invadido por mil globos brancos.

Confira o trabalho de William Forsythe nestes vídeos. Outras fotos lindas aqui. 

PROGRAMA 

 

Data mapa222(1)

Pra quem tá sem programa para o finde

 

O post Imperdível: Espacios Revelados, até o dia 6 de abril apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br

Documentário sobre Liniers para ver online

Sei que muitos brasileiros são fãs do Liniers e vão amar este documentário sobre ele, que pode ser visto abaixo, na íntegra. É um filme de 2010, dirigido por Franca González. Também pode ser visto AQUI. Quem não o conhece, por favor, entre no site oficial, ou no Google, e descubra um monte de personagens lindos. 

 

O post Documentário sobre Liniers para ver online apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br

EUROPA NO INVERNO 05: Rouen – cidade que entrou para a história com a morte de Joana Darc.

Agora estou escrevendo no trem que nos levará a Brugge. Está um dia lindo e azul e frio. Claro!
Ontem fomos a Rouen. É uma viagem rápida desde Paris. Chegamos às 9h e fazia muuuuuito, mas muito frio mesmo. Uns -3 com certeza e como lá ventava o ar frio passava pelas calças. Pegamos um mapa na estação de trem com uma atendente super simpática. Sei que algumas pessoas falam mal dos franceses, especificamente dos parisienses, mas continuo com a mesma opinião da outra vez: todos são educados e bastante simpáticos sempre que falo com eles, seja nas ruas seja nas lojas. Bem, pedimos o mapa e nem precisamos muito dele porque simplesmente nos deixamos guiar pela própria cidade. É uma cidade bonita, compacta e saindo da avenida principal, a Jeane D’Arc é quando se conhece bem a cidade e suas atrações. Realmente para quem gosta de gótico como eu é um prato cheio pois não somente as igrejas como outras construções são góticas. O que nos chamou a atenção foi a quantidade de igrejas góticas e grandes numa cidade tão pequena! Elas são enormes! Às vezes estávamos na frente de uma e já víamos a torre de outra! E a catedral é um sonho de grande e linda. Infelizmente não pudemos conhecer nenhuma, pois às segunda-feiras  (ao menos no inverno) tudo é fechado em Rouen. Inclusive muitos comércios abrem a partir de 10h ou das 14h ou ainda apenas nas terças mesmo. Isso foi realmente uma pena!!!!!



O que achei bastante interessante é que apesar da cidade ser mais conhecida por causa da Joana D’Arc, de ter ruas, praças e lojas com o nome dela, as referências históricas são praticamente inexistentes. Não tem nem mesmo uma placa no local onde ela morreu ou na igreja em sua homenagem. Nem a Torre onde ela esteve presa pudemos visitar porque estava fechada. O legal é que quando sai da estação a Torre está logo na primeira esquina e daí também já dá pra ver as casinhas em estilo normando, o que te faz gostar imediatamente da cidade.
Não a achei tão linda como pensei que fosse, mas foi muito bom conhecê-la e o dia passou super rápido.

Deu para perceber que fui bastante rápida quando escrevi sobre a nossa visita. Realmente a cidade não me encantou como eu pensei. Esperei sentir aquela vibração de cidade europeia somada a história de uma personagem tão forte, mas não senti. O fato de a cidade ter tudo fechado ao turismo às segundas contribuiu também. Eu sempre faço mil pesquisas, chego sabendo muitas coisas e em nenhum lugar avisava sobre o fato de que neste dia da semana não é ideal para um turista ir. Assim, deixo aqui essa dica e se alguém quiser ir à Rouen, vá a partir de terça está bem?
O relógio da cidade é tão lindo quanto vemos nas fotos e de hora em hora, além das badaladas ele gira fazendo passar todos os desenhos dele. É lindo! Confesso que gostei muito mais dele que do de Praga.

Outra coisa que notamos em Rouen, é que nesta cidade a exploração turística é mais recente, pois muitas pessoas, principalmente os mais velhos se incomodam ao nos ver batendo fotos. Inclusive um senhor, assim que chegamos, falou comigo de forma muito educada que eu podia tirar fotos, mas que não tirasse fotos das janelas onde as pessoas moram porque elas não gostam. De repente, alguém até pode considerar esse tipo de abordagem desnecessária, mas, vamos ser sinceros, quem gostaria de ir arrumar a cortina e ver um turista lá fora batendo foto da sua casa. Aqui abro um parênteses também, na Europa as pessoas não têm esse problema de insegurança tão forte como nós latinos e as janelas são enormes (por causa do clima, como a maior parte do tempo está frio, precisa ter claridade, deixar entrar o pouco de sol que surge e assim não ficar tudo úmido) e na maior parte das vezes não têm nada cobrindo. É apenas vidro mesmo e qualquer pessoa pode olhar para a casa dos outros, no entanto eles não têm esse costume. Assim que, é um bom toque para quem gosta de ficar batendo fotos como eu: coloque-se no lugar do outro.

Igreja Joana Darc

A cidade não é só Joana Darc, vale ressaltar aqui que durante a II Guerra Mundial, Rouen foi completamente invadida e ocupada pelos nazistas e durante a desocupação ela foi completamente destruída. O que vemos atualmente é uma cidade realmente reformada, mas se olharmos bem veremos um pouco dessa história também como a igreja, o templo reformista, que existe atrás da praça da Igreja Joana Darc, que tem partes de suas torres destruídas por bombardeios e também há placas pela cidade indicando a luta e quantos morreram durante esse período.

Ahh, e os normandos são simpáticos e há muitos bonitos por ali. Não vá só bater fotos e ir nos pontos turísticos. Caminhe pela cidade, veja as pessoas, fale com elas se tiver oportunidade, quem sabe você não acaba sendo servida de uma baguete ou flan nature por um lindo par de olhos azuis franceses num rosto que mais parecia uma pintura? Nós tivemos essa sorte!!!
Até o próximo post.

Continue lendo → http://inadeliveira.blogspot.com

Apartamento para alugar em Porto Alegre na Copa

16.  vista saa e quarto

Um quarto, com sacadinha e rede

Ainda temos dias livres (para o último jogo, especialmente) no apartamento que estamos alugando durante a Copa do Mundo, em Porto Alegre. O imóvel fica no centro, pertinho do Gasômetro e acomoda bem duas pessoas (ou quatro se duas ficarem na sala!).

Os jogos lá são os seguintes:

15 de junho, 16h: França Honduras
18 de junho, 13h Austrália Holanda
22 de junho, 13h Coreia do Sul – Argélia
25 de junho,13h Nigéria – ARGENTINA
30 de junho, G1 – H2

Reservas por AIRBNB ou diretamente, por email:gisteixeira@hotmail.com

O post Apartamento para alugar em Porto Alegre na Copa apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br

Para comer rápido, mas sáudável: Green Eat

Green Eat

Tudo feito no dia

Há lugares difíceis da gente comer saudável, como shoppings e o centrão.

Por isso compartilho os endereços dessa cadeia de comidas “saludables”. Saladas, sanduíches, sushi, cafés, sucos e ainda uma lojinha com coisas “ricas”.

Chama-se Green Eat e está em: Reconquista 690 / Uruguay 703 / Av. Santa Fe 1661 / Galerias Pacífico / DOT Baires Shopping

Entre os meus preferidos, ’Soy de camarón’, um wok que inclui camarões, salmão, abobrinha, cenoura, erviha, e salsa Teriyaki. O menu várias vezes por ano, de acordo com as estações. Não é muito barato, mas é bom.

Ah,  se a gente tiver paciência de esperar uns 15 min, leva pão quentinho para casa, na hora.

O Green Eat tem bem a onda do Pret-a-Manger, onde trabalhei em Londres.

Podiam usar menos embalagens, isso sim.

Green-Eat-2

Até sushi!

O post Para comer rápido, mas sáudável: Green Eat apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br