Página 4

Uma tarde no Tibete: o templo budista de Três Coroas

Uma das vantagens de morar fora do Brasil é que a gente volta a “turistar” em casa. Em dois posts, os relatos de uma visita-dobradinha há muito desejada: ao Templo Budista Khadro Ling e ao restaurante Espaço Tibet.

Ambos em Três Coroas, Rio Grande do Sul, a 100 km de Porto Alegre.

Templo Budista Khadro Ling

templo budista detalhe buda

Fotos Gisele Teixeira

 

Fachada do templo. Foto Gisele Teixeira

Fachada do templo. Foto Gisele Teixeira

O lugar que a gente chama popularmente no Rio Grande do Sul de “templo tibetano de Três Coroas” tem como nome oficial Khadro Ling.

É a sede do Chagdud Gonpa Brasil, uma organização sem fins lucrativos destinada ao estudo e prática do Budismo Tibetano.

Na chegada, o que mais me impressionou foi o tamanho das edificações e a complexidade do conjunto, com templos, residencia para moradores, rodas de orações.

Depois, as cores, o silêncio, a paz, os detalhes.

Recomendo que se faça o passeio com calma, durante uma tarde inteira. A gente teve menos de duas horas, o que foi um erro.

O templo

O coração do Khadro Ling é o templo que abriga os retiros e cerimônias. A fachada não dá a dimensão do tamanho que ele é por dentro. Nem da sua “lindeza”. Como não é permitido fotografá-lo por dentro, tomei a liberdade de reproduzir umas fotos que estão no  Flickr do Templo Budista. São as únicas fotos que não são minhas.

Curiosidade: o templo tem centenas de potinhos com água, que são trocados de manhã e no final da tarde, como forma de estimular a disciplina.

 

templo budista por dentro templo budista por dentro templo budista por dentro templo budista por dentro

Há práticas de mediação abertas ao público todos os domingos às 9h.

Mas uma das melhores datas para visitar o templo é no Ano Novo Tibetano, que em 2015 vai cair em 19 de fevereiro, às 6h – horário do Brasil.

 

Durante o Carnaval, de 14 a 19 de fevereiro de 2015, há um retiro e preparação para a recepção do Ano da Ovelha de Madeira. Treinamento de quatro dias na prática de Powa e um dia de prática de Vajrasatva antes de celebramos o Losar, o ano novo tibetano. Detalhes aqui.

Rodas de Oração

Outro destaque do lugar são as Rodas de Oração, que guardam milhares de mantras escritos em papel. Segundo os tibetanos, ao girar estes cilindros liberamos uma energia sutil, capaz de proporcionar saúde, paz, equilíbrio e vitalidade para todos. Um dos mantras mais conhecidos, o Mantra da Compaixão (OM MANI PADME HUM), é escrito diversas vezes e colocado no interior das Rodas de Oração do mundo inteiro.

 

templo tibetano detalhe roda templo tibetano detalhe rodas templo budista edu

 

Logo que a gente chega, outra edificação que chama a atenção são as Stupas, ou Estupas – palavra tibetana que significa “suporte para oferendas”. As oito stupas do Khadro Ling representam diferentes fases da vida de Buda, desde seu nascimento no bosque de Lumbini, até sua morte. No interior destas formas cônicas, 20 mil pequenas stupas de argila contendo mantras evocam as bênçãos do Buda.

 

 

templo tibetano stupas templo tibetano stupas templo tibetano stupas

Turismo

Pela exuberância da arte sacra tibetana e pela beleza natural do entorno, o Khadro Ling entrou no roteiro turístico da Serra Gaúcha. Quando Chagdud Rinpoche idealizou o templo, ele não tinha a intenção explícita de criar uma atração turística. No entanto, sempre disse que construiu o templo para inspirar positivamente todos os visitantes, independentemente de suas crenças ou tradições religiosas.

Uma comunidade de praticantes budistas mora no Khadro Ling. Eles são responsáveis pela manutenção das atividades e dependências do centro por meio de trabalho voluntário. Como é comum em algumas tradições do budismo tibetano, a comunidade não é monástica, e sim leiga. Ou seja, as pessoas podem manter relacionamentos, casarem-se, ter filhos, formar uma família.

A diretora espiritual do Khadro Ling é Chagdud Khadro, viúva de Rinpoche, que foi sua aluna durante mais de duas décadas. A ela cabe a orientação espiritual dos praticantes, a condução de cerimônias e decisões administrativas do dia-a-dia. Lama Sherab Drolma, que foi tradutora e atendente pessoal de Chagdud Rinpoche ao longo de dez anos, auxilia Chagdud Khadro nessas tarefas.

 

Como chegar e outras informações na Página Oficial do Templo. 

O post Uma tarde no Tibete: o templo budista de Três Coroas apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br

Argentina avança no “direito animal” e liberta a orangotango Sandra

Foto Reuters

Foto Reuters

A orangotango Sandra foi destaque nos jornais do mundo todo, inclusive nos ingleses The Guardian e Telegraph, neste fim de semana. E colocou a Argentina na vanguarda do direito dos animais.

Em alguns casos a notícia foi vendida como “engraçadinha”. Mas não é.

Em decisão inédita, a Justiça argentina expediu um Habeas Corpus ao animal, reconhecendo-a como “pessoa não-humana” e, portanto, detentora de direitos básicos, como a liberdade.

É a primeira vez que se tem registro, entre os diversos ordenamentos jurídicos do mundo, que uma corte tenha estendido a noção de direitos humanos para animais.

Ativistas de direitos dos animais haviam entrado com o pedido de habeas corpus em novembro passado, a fim de retirar a orangotango fêmea de 28 anos do zoológico de Buenos Aires, onde está há duas décadas. O zoológico tem até dez dias úteis para apelar à Corte Suprema de Justiça.

A imprensa argentina levantou neste domingo (21/12) a hipótese de Sandra ser transferida para o Brasil. Mas nem o Ministério do Meio Ambiente nem o Ibama confirmaram ter recebido algum pedido.

Para a Associação de Funcionários e Advogados dos Direitos dos Animais (Afada), a decisão unânime da Câmara de Cassação Penal, tribunal penal máximo da Argentina, poderá abrir jurisprudência. Até então, a Justiça do país considerava animais objetos e não sujeitos.

A Afada argumenta que orangotangos têm funções cognitivas suficientes para não serem considerados objetos e que seu confinamento é, portanto, injustificado.

“Abre-se caminho não apenas para grandes símios, mas também para outros seres sencientes que se encontram injusta e arbitrariamente privados de sua liberdade em zoológicos, circos, parques aquáticos e laboratórios científicos”, afirmou o advogado Paul Buompadre, da Afada, ao jornal La Nación.

Decisão polêmica

O responsável pelo setor de Biologia do Zoológico classificou como “fundamentalista” o pedido, afirmando que ele contém “um desconhecimento do comportamento natural da espécie”.

“Os orangotangos são animais solitários e muito tranquilos, que só se juntam para se acasalar ou cuidar das crias. Desconhecer a biologia da espécie, alegando injustificadamente maus-tratos, estresse ou depressão, é incorrer em um dos erros mais comuns dos seres humanos: humanizar qualquer conduta animal”, disse o biólogo Adrán Sestelo ao jornal argentino La Nación. E completou: “Sandra goza de cuidados excepcionais e vive em solidão porque é o que sua espécie requer”.

Modificando a jurisprudência, a decisão da Justiça argentina é a primeira a conceder direitos básicos a animais no mundo todo.

Nos EUA, a figura do Habeas Corpus já havia sido utilizada duas vezes — em ambas, a corte negou o pedido. Em 2011, um ação judicial quis libertar cinco baleias orca do parque aquático Sea World; pedido rejeitado pelo tribunal de San Diego.

Leiam as matérias sobre o tema em Página 12

O post Argentina avança no “direito animal” e liberta a orangotango Sandra apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br

.:. Enfim uma nova viagem: Colômbia .:.

Estamos sem viajar desde setembro de 2011, ou seja: 3 anos sem praticamente sair de São Roque.

Mas não tinha como: final de 2011 e praticamente 2012 inteiro fiquei preso a recuperação do meu joelho, depois teve a questão da nossa empresa, falta de dinheiro, e quando as coisas melhoraram um pouquinho em 2013, aí veio o Vinicius.

O legal é que esta será a primeira viagem no nosso filho e para estrear em grande estilo vamos conhecer a Colômbia, famosa não só por suas belezas, mas também por ser a terra do famigerado Pablo Escobar, o maior e mais cruel traficante de drogas de todos os tempos. Agora lá está tudo mais calmo, mas imagino como era esse pais nas década de 80, 90. Estou assistindo uma série no GNT que conta em detalhes a vida desse bandido, cruel, frio e calculista. Comprei também 2 livros sobre ele: um do Gabriel Garcia Marques: "Notícias de um secuestro" e um outro "escrito" pela a irmã do Pablo: "El otro Pablo" (este último nem um pouquinho tendencioso a dizer que o cara era um santo, que foi mal interpretado pela sociedade...rsrs).

Viagenzinha barata, só na base das "milhas" ... ida e volta para a Colômbia sem gastar um tostão ... isso é muito bom!! Roteiro: ainda não sabemos direito, só sei que Bogotá e Cartagena estão garantidas, a outras na semana que vem a gente decide!

Portanto que venha logo janeiro de 2015 e vamos viajar!!

Continue lendo → http://www.lullao.com

Verão em Bariloche é muito bom

Quando a gente pensa Bariloche logo lembra de neve, ski e frio, mas eu conheci uma cidade completamente diferente no verão, e garanto que esta outra cara também é incrível. Pra quem gosta de esporte, aventura e paisagens maravilhosas, esta cidade patagônica é um lugar perfeito. Depois de querer por muito tempo conhecer Bariloche, a […]

The post Verão em Bariloche é muito bom appeared first on Mochila Cult.


Continue lendo → http://mochilacult.com

.:. Dica de viagem de trem pela Argentina .:.

Tenho percebido pelas estatísticas do blog que o tópico sobre viagem de trem pela Argentina tem sido bastante procurado.

Coloco abaixo todos os posts que escrevi que falam sobre viajar de trem pelo pais de "nuestros hermanitos".
  • Geral
http://www.lullao.com/2010/11/dicas-para-quem-quer-viajar-de-trem_2922.html

  • BsAires - Bahia Blanca 
  • Viedma - Bariloche
http://www.lullao.com/2011/10/destino-patagonia-1-dia-de-viagem.html
http://www.lullao.com/2011/10/continuando-nossa-viagem-pela-patagonia_08.html
http://www.lullao.com/2011/10/continuando-nossa-viagem-pela-patagonia.html

  • BsAires - Cordoba
http://www.lullao.com/2010/06/reflexao-ferroviaria.html
http://www.lullao.com/2010/06/mini-trem-da-morte.html


Digo uma coisa, VIAJAR DE TREM é muito legal ... porém exige paciência, em alguns momentos espírito de aventura ... cada viagem dura em torno de 12 a 20 horas, ou seja, bastante. Além de que os trens não tem todo o conforto que muitos esperam. Eu particularmente curto muito este tipo de viagem, acho que você desacelera, pode tirar fotos de paisagens por onde passa, conhece pessoas diferentes, além de que a passagem é muito barata.

Além das viagens na Argentina, aqui mesmo no Brasil eu já viajei bastante de trem, na época da velha Fepasa. Na Bolívia viajei no famoso "Trem da Morte", que aliás é só nome mesmo, talvez o momento de maior risco nessa viagem seja passar a noite na cidade de "Puerto Quijarro" (Bolívia) que é basicamente a porta de entrada do tráfico de drogas em território brasileiro, fora isso, não vi risco de morte nenhum nessa viagem que é maravilha e recomendo a todos.

Em resumo, se você tem tempo, paciência, tem espirito de aventura e não tem luxo, não é uma pessoa fresca ... meu conselho viaje de trem pois vale MUITO a pena!


Continue lendo → http://www.lullao.com