Europa_36: Croácia: Dubrovnik_01

Esta foi sem dúvida uma das melhores viagens da minha vida!
Sempre me sento para escrever sobre este momento e nunca tenho as palavras corretas para descrever tudo o que vivi, senti e experimentei. Por isso, terá mais de um post, primeiro porque é merecido, segundo, para que possa ajudar a aumentar as informações sobre essa cidade.
Por que Dubrovnik? Surgiu de repente. Entre tantas pesquisas vi um programa que mostrava Nice, no sul da França e depois o mar Adriático e Dubrovnik e de vez em quando voltava a aparecer e no dia que vi o episódio da série Missing, com a personagem caminhando pela cidade eu só conseguia dizer: eu preciso conhecer esse lugar e comecei a procurar na internet, sem muita sorte. Há informações sobre a história, mas não muito sobre o turismo. Encontrei pacotes turísticos muito caros, comecei a procurar por passagens áreas e a melhor forma de chegar aí seria ou pela Itália ou saindo de Viena, mas eu já tinha a passagem de Viena-Paris comprada. O jeito seria ir mesmo pela Itália. Encontrei um único relato de um brasileiro que tinha viajado pra lá e que tinha ido de navio e que existia a possibilidade de dormir numa parte do navio pagando muito pouco. Li a experiência dele e pensei que eu também poderia fazer o mesmo, já que ele disse que era seguro.
Comecei a procurar e encontrei que da Itália para Croácia os navios saem de dois portos: Veneza e Bari. Um no norte e o outro no sul. Como Veneza estava no primeiro dia, fiz as contas e vi que voltar para lá para ir à Croácia sairia muito mais caro e não era uma viagem direta, pararia em outras cidades como Split, de onde eu teria que mudar de navio. Agora imagina o medo de quem nunca tinha viajado de navio e ainda mais no Leste Europeu sem entender o idioma deles? Aviões de Roma para Dubrovnik custavam 500 euros ida e volta. Caríssimo!!! A forma mais viável e econômica seria de Bari direto a Dubrovnik, num navio que sai às 22h e chega às 7h e depois voltar à noite das 22h, chegando às 8h na Itália por 108,50 euros (ida e volta). Deu pra sentir a diferença entre essa viagem e o voo não é mesmo? Tem que entrar no site www.viamare.com e a viagem é realizada pelo navio Jadrolinija, que é a operadora. Entrando no site, terá acesso a todas as rotas, horários e preços.

Assim, se você quer conhecer essa cidade os caminhos mais usados são:
1.De Viena ir de ônibus até Zagreb, a capital da Croácia e daí seguir viagem de trem e ônibus ou ônibus para Dubrovnik que demora bastante e tem o inconveniente de ter que passar pela fronteira.
2.De Veneza ir de navio até Split ou outra cidade litorânea croata e daí mudar de navio. Mais ou menos 12h e a viagem é durante o dia.
3.De Bari ir de navio e 9h depois chegar em Dubrovnik. Viagem durante a noite. Eu fiz essa.
4.De Roma, ou outra cidade da Europa, mas Roma seria o aeroporto internacional mais próximo para Dubrovnik. Quando eu fui (2012) o valor ida e volta era de 500 a 600 euros, mas estavam para incluir essa rota em alguma Lows Coast.


Eu apenas podia encaixar esta viagem entre os dias 26 e 28/06, então escrevi para eles perguntando, porque no site, a informação é que não tinha mais vaga no navio que saia de Bari. Fiquei triste, mas também sabia que era um dinheiro a mais. Mas, qual não foi a minha surpresa que todos os meus couchsurfers da viagem estavam dando certo, eram excelentes pessoas e isso me ajudou a economizar na hospedagem e quando recebi, no meu segundo dia em Paris, um email da Viamare informando que eles agora tinham passagens para o dia 26 como eu queria, não pensei duas vezes, pois o dinheiro que economizaria nas 6 noites em Paris pagaria essa viagem! E comprei a passagem. 
Até o próximo post!

Continue lendo → http://inadeliveira.blogspot.com

Mundial de Tango: acirrada disputa de tango de palco

Mundial-de-tango-foto-gisele-teixeira

Touch oriental!
Foto Gisele Teixeira

 

O MUNDIAL DE TANGO entrou em sua segunda semana, quando começa a competição de tango de salão e de palco. São mais de 500 casais na disputa, oriundos de 37 países.

Abaixo, algumas fotos que fiz ontem, durante a seleção de tango de palco.

Entenda as diferenças entre as duas categorias:

Tango de Salão

O casal não pode se separar a partir do momento que começa a música. Isto é, não pode perder o abraço, considerado a posição de tango por excelência. É linda essa regra: a gente é “obrigado” a ficar abraçado! Adoro isso! O jurado também leva em conta a musicalidade e o estilo ao caminhar. O casal pode fazer todas as figuras de uso popular, como “barridas, sacadas al piso, enrosques”. Ficam excluídos os ganchos, saltos, trepadas e qualquer outra possibilidade coreográfica própria do tango de palco. Nenhum dos integrantes pode levantar a perna além da linha dos joelhos.

Tango de Palco (ou de cenário)

Essa categoria é muito mais flexível. Pode-se usar todas as figuras do tango tradicional, mas devem estar presentes as figuras clássicas como os oitos, as caminhadas longas, os ganchos e o abraço milongueiro. O casal pode romper o abraço. Os truques aéreos estão permitidos, mas não devem superar uma terça parte da apresentação. O casal precisa ter sequencias que ocupem todo o palco.

O Festival segue até segunda-feira, a com a grande final da competição de baile, no Luna Park.

Até lá, seguem os concertos de música e as milongas. 

Para quem não está em Buenos Aires, a radio 2×4 transmite alguns shows ao vivo.

Confira a agenda completa. 

 

DSC_0430

Fotos Gisele Teixeira

Mundial-de-tango-Fotos Gisele Teixeira

Mundial-de-Tango-foto-Gisele-Teixeira

Mundial_de-tango-foto-gisele-teixeira Mundial -de-tango-fotos-gisele-teixeira

O post Mundial de Tango: acirrada disputa de tango de palco apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br

Mundial de Tango: o sucesso da Milonga del Puerto!

 Tango-Buenos-Aires-Festival-y-Mundial-Milonga-del-Puerto

Fotos: Gisele Teixeira (menos a foto que abre o post, que é de Divulgação)

Hoje é o dia mundial do pé de molho!

O feriadão (ontem foi feriado na Argentina) foi a puro tango!!

Horas e horas de dança, com DJs e orquestras ao vivo, na Milonga del Puerto – um dos acertos desta edição do FESTIVAL E MUNDIAL DE TANGO.

Milonga-de-puerto-mundial-de-tango

Estilos tangueiros!

O espaço de baile foi suuuper ampliado. São 10 mil metros quadrados na chamada Milonga del Puerto, pra gente dançar se “espraiando”.

Fiquei meio triste de não estar no mesmo lugar onde são os espetáculos, mas tava bom demais! São poucas quadras entre onde ocorre a milonga e a Usina del Arte, mas o suficiente para a gente ter que escolher onde estar e se dividir um pouco.

A programação do fim de semana incluiu orquestras ao vivo bem interessantes e famosas, como a Juan Darienzo e a Color Tango. Além da acústica ser boa, a infra também tá bacana, com zero fila nos banheiros (importante!) e guarda-volumes.

Importante – tudo começa cedo e termina às 22h em ponto.

Para quem não foi, boa notícia: no fim de semana que vem tem mais!

Dia 23 tem “cumbre de DJs” e show do Tanghetto, que quase nunca está em Buenos Aires!!

Dia 24, Orquestra Típica Esquina Sur e Sexteto Milongueiro.

Durante a semana o auê é somente na Usina del Arte,  com vários shows e com as eliminatórias de tango salão e de palco.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA AQUI.

Deixo vocês com o tango e seus personagens!

Gisele Teixeira - Mundial de Tango

Fotos Gisele Teixeira – Mundial de Tango

Gisele Teixeira - Mundial de Tango Gisele Teixeira - Mundial de Tango Gisele Teixeira - Mundial de Tango DSC_0136 Gisele Teixeira - Mundial de Tango Gisele Teixeira - Mundial de Tango

 

O post Mundial de Tango: o sucesso da Milonga del Puerto! apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br

Mundial de Tango: tango para descobrir!

Ontem tive a chance de ver quatro espetáculos bárbaros no FESTIVAL E MUNDIAL DE TANGO 2014, cada um com seu estilo. Sem muita fila, tudo tranqui. O que não sei se é bom…O fato de o governo ter separado música de um lado – na Usina del Arte - e dança em outro – na Milonga del Puerto - deixou o festival meio triste. Gostava da confusão de gente e de quando todo mundo se encontrava.

A parte boa: abaixo, fragmentos dos espetáculos que assisti ontem, para que vocês conheçam o que está rolando aqui. Sempre há coisas novas para descobrir no tango, e isso é o mais lindo.

Mundial de Tango_Lucio-Demare

Lucio Demare

1. Homenagem a Lucio Demare

Foi um compositor de tango, falecido em 1974, autor de clássicos como Malena e de um dos tangos que adoro, chamado Mañana Zarpa un Barco.

A quarenta anos de sua morte, três pianistas, Andrés Linetzky, Daniel Godfrid e Abel Rogantini, interpretaram sua obra, tocando tangos de diferentes épocas. Lindo.

 

2. Fuyes Carperos

Este espetáculo nos deliciou com o bandoneón do Norte da Argentina. Três feras mesclaram tango com zambas, carperas, cuencas e carnavalitos. Uma lindeza. Momento ápice: a abertura, com Juan Carlos Marín e Santiago Arias tocando juntos. Também participou show Tomi Lebrero. 

 

3. Sin Red

Dois grandes solistas, Juan Esteban Cuacci e Pablo Agri, em duo de violino e piano, apresentaram o CD Sin Red, gravado na Usina del Arte e que saiu há dois dias. Abaixo, em interpretação de um dos maiores clássicos de Piazzolla e uma das minhas músicas preferidas deles.

 

4. Orquestra Astillero

Esse show faz parte do ciclo TANGO GARAGE, que apresenta também as orquestras La Vidú, Pampa Trash e Julio Coviello Cuarteto. Astillero é a orquestra do pianista e compositor Julián Peralta, um dos principais nomes da renovação do tango argentino.

 

O post Mundial de Tango: tango para descobrir! apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br

Divina-maravilhosa: agenda cultural de Buenos Aires em agosto!

Caio Fernando Abreu escreveu que para atravessar agosto é preciso paciência e fé.

Mas eu discordo! Em agosto é preciso curiosidade e sapatos altos!

Buenos Aires está enlouquecida de programações culturais. 

É quando ocorre o Mundial de Tango, Feira de Livros de Autor e, a cada dois anos, o Festival de La Luz!  

Impossível “aburrirse” por estes dias.

 

Mundial de Tango

Buenos_Aires_mundial-tango

Miles de excelentes shows e milongas.

O Festival e Mundial de Tango 2014  começa amanhã e segue até o dia 26. Todas as atividades são em La Boca. A base do evento será na Usina del Arte, onde acontecem os principais shows. Pertinho dali, no GALPÓN DE LA BOCA (Caboto, 1064), as aulas de tango e milongas. O prédio fica a poucas quadras da Usina e tem 10 mil metros quadrados, distribuídos em cinco estúdios que normalmente são usados para produções de televisão e publicidade. Este lugar será a sede da MILONGA DEL PUERTO, onde serão realizadas muitas atividades de baile. Também ocorrerão atividades no MUSEO DEL CINE, TEATRO DE LA RIBERA, RADIO BAR e na PISTA URBANA.

Veja aqui a programação completa e como conseguir entradas.

Alguns concertos serão transmitidos ao vivo por internet.  

Fotografia: Encuentros Abiertos Festival de la Luz 

Buenos-Aires-foto-Candelaria Rivera

Muito linda a série “Amor de Campo”, de CANDELARIA RIVERA (Nicaragua).

É a 25a edição do evento Encuentros Abiertos – Festival de la Luz, cujo tema é este ano é Horizontes e tem o Chile como país convidado.

São mais de 500 os artistas participantes, com exposições em 44 cidades argentinas, além de uma série de atividades relacionadas com a fotografia, que acontecem a cada dois anos, entre os meses de agosto  e setembro, na Argentina.

São exposições de fotógrafos nacionais e estrangeiros em diferentes espaços, conferencias, oficinas e mesas redondas sobre a fotografia artística; além de intervenções urbanasapresentações de livros, encontros entre fotógrafos…
enfim, mil coisas fotográficas!

No site oficial, os detalhes de todas as exposições. Vale a pena CLICAR NO LINK e conhecer um pouco mais sobre os fotógrafos. Deixei um texto com algumas das exposições em destaque. 

Feira de livros de fotos de autor

 

Buenos Aires-feria libros autor

O guia da Anna Mendes entre os destaques da feira

A Feira de Fotos de Livros de Autor é outra programação mortal, que segue até o dia 17 somente! Tem que correr e, importante: ir com calma! São muuuuitos livros.

O evento reúne obras de editoras independentes e também livros de artistas, em edições limitadas (às vezes únicos), numerados como obras de arte.

Confiram mais detalhes AQUI. 

Este ano eu ainda não passei por lá, o que significa que não posso contar muita coisa, mas deixo abaixo os recomendados da editora La Luminosa, que é quem organiza o evento.

Pasen y vean

13f www.13f.com.ar 
Colección PianoPiano facebook.com/Coleccionpianopiano
Colectivo Fotográfico A Pedal es-es.facebook.com/ColectivoAPedal
Crónicas Visuales www.cronicasvisuales.com.ar
Proyecto Espinosa facebook.com/ProyectoEspinosa
F: imagen y palabra www.fimagenypalabra.wordpress.com 
Luz en la Piel www.luzenlapiel.com.ar
Luz y Fuerza www.tallerluzyfuerza.com.ar
M.A.F.I.A. www.somosmafia.com.ar
Fundación ph15 www.ph15.org.ar
Sub Cooperativa De Fotógrafos www.sub.coop


De Aquí y de Allá, también recomendamos

Guatephoto – Guatemala guatephoto.org
Nano Festival de Fotografìa www.nanofotofest.com.ar
Bienal de Fotografìa Documental – Tucumán fotobienal.com.ar
CEF Centro de Estudios Fotográficos – Córdoba www.cefcordoba.com
FIFV Festival Internacional de Fotografía de Valparaíso – Chile www.fifv.cl
Estudio Madalena – Brasil estudiomadalena.com.br

O post Divina-maravilhosa: agenda cultural de Buenos Aires em agosto! apareceu primeiro em Buenos Aires: Aquí me quedo.


Continue lendo → http://aquimequedo.com.br